[INSIGHTS] Tendência ou volta às origens?

Quando observo marcas e empresas discutindo tanto sobre transformação digital, parece que tudo está voltado para a tecnologia. Escuto com frequência: “nossa empresa está se digitalizando”, como se isso fosse a salvação de anos e anos deixando de lado o entendimento de que o comportamento dos consumidores se alterava. 

Tratam a tecnologia como fim, sem perceber que ela é meio para atingir as pessoas que anseiam por padrões de atendimento, produtos e serviços de forma diferente.

Porém, se entendermos que a tecnologia é meio – o que já é um passo – de nos aproximarmos de nossos clientes com padrões diferentes, isso já não basta. As marcas precisam ter em essência como podem ser relevantes para seus clientes, com propósitos claros e declarados. 

Marcas tornam-se elementos vivos e dinâmicos dentro do ecossistema de percepção dos consumidores. Tornam-se “pessoas” que interagem com pessoas. E será que isso é tendência ou voltamos ao tempo das cavernas onde nada mais, nada menos que apenas as relações humanas nos fizeram evoluir, baseado em elos de confiança que se estabeleciam?

A humanização de marcas nos transmite o sentimento de que realmente tem pessoas do outro lado, preocupadas com nossas dores, medos, anseios, sentimentos… Em uma época em que cada vez mais estamos voláteis, o apego do que soa familiar é um elo de manutenção as recorrentes aquisições e desejos.

Neste contexto, marcas como Netflix, Nubank, Spotfy, Gol, Magazine Luiza e outras tem se destacado por humanizar, de maneira muito natural, suas interações com o público, criando elos de proximidade e confiança crescente.

Abaixo, alguns exemplos de interações recentes de algumas destas marcas:

Netflix:

Magazine Luiza:

Gol:

Humanizar as relações em toda a cadeia de valor, desde a primeira interação até o pós-venda é realmente se transformar, colocando o cliente no centro de toda discussão e ação. Se voltarmos a criar elos de confiança favoráveis, marcas e empresas serão destaques em seus segmentos. Logo, precisamos voltar às nossas origens!

  • Quem escreveu: Daniel Kroin – Engenheiro que migrou para Marketing e Vendas. Depois de adquirir experiência como gestor em empresas referências em seus segmentos, resolveu mudar para ajudar marcas e pessoas a alcançarem seus objetivos a partir do Marketing e Negócios.
Taynar Costa
Taynar Costa
0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *