Relacionamento com público: aposte no marketing imobiliário e substitua práticas ultrapassadas

Ainda muito tradicional, o segmento imobiliário cultiva os mesmos hábitos de antes e tem dificuldade de mudar as estratégias de atuação no mercado. Entenda porque o marketing imobiliário pode ser um aliado de peso na transição entre o passado e presente.

O que não funciona mais

Deixe para trás ideias que não fazem mais sentido, como táticas intrusivas de modo geral – entre elas, comprar listas de e-mail e investir em telefonemas para pessoas com as quais não houve relacionamento prévio –, e até mesmo a panfletagem e corretores em sinais das grandes cidades. O consumidor de hoje busca agilidade e praticidade em suas ações e é por isso que, em qualquer segmento do mercado, as empresas que investem em interação tecnológica saem na frente.

Fidelização dos clientes

Atualmente, a fidelização do público-alvo tem uma nova dinâmica devido a novas linguagens que surgiram impulsionadas pela constante aposta em experiências digitais criativas das empresas.

É importante perceber que apelos tradicionais referentes a ‘preço baixo’ e ‘serviço confiável’ não são mais tão eficazes para promover a fidelidade, já que, de acordo com o relatório Vendo além da ilusão de fidelidade: é hora de investir de forma mais inteligente, realizado pela Accenture Strategy, 65% dos consumidores brasileiros gastam mais com as marcas que amam do que com organizações que adotam abordagens tradicionais. Por isso, pergunte-se: quais os novos fatores que realmente influenciam a fidelidade dos clientes em busca do produto que você oferece?

Algumas substituições simples podem mudar o cenário de perda de clientes e ainda atrair um público com o qual a empresa não contava. Que tal incrementar o site da imobiliária com o marketing de conteúdo para trazer resultados?

Conheça seu cliente

Trace os perfis do consumidor para saber qual é o gênero, faixa etária, estilo de vida e os canais por onde o seu público-alvo consome informação. Entender isso é fundamental para os negócios, pois o comportamento do consumidor é muito importante para guiar o planejamento estratégico da marca, já que será possível prever seus motivos para comprar ou não produtos e serviços. Aposte em ferramentas como:

  • As redes sociais;
  • Para identificar o que essas pessoas desejam, precisam e como ocorre a interação com um produto, marca ou serviço, vale apelar para ferramentas de análise de comportamento em cada página, que permitem relacionar a reação do público às suas ações, promoções e abordagens em geral. Torne evidente os fatores que levam o cliente a tomar a decisão de compra: preço, qualidade, inovação, experiência de compra ou outros diferenciais competitivos;
  • Analise a concorrência. Fique de olho na reação do público também em decorrência de lacunas e excessos gerados pelas demais empresas do segmento;
  • Ofereça o atendimento que ele espera. Quando não gerar satisfação, possibilite que os problemas sejam resolvidos prontamente e os clientes sinta-se confortáveis com seus atendentes: faça com que ele sinta-se em casa.

As apostas certas

Implemente pequenas mudanças estratégicas. Em vez de apontar diretamente para um preço mais baixo, que tal investir em um layout responsivo, campo de busca eficiente e facilidade de pagamento, por exemplo? Aproxime-se das demandas de quem procura por um lar para chamar de seu.

  • Organize estratégias para tornar cada questão palpável e passível de respostas consistentes. Disponibilize avaliações dos clientes anteriores a fim de gerar credibilidade na marca;
  • A partir dos resultados, seja ativo na entrega das expectativas: se o negócio já sabe o que o cliente busca, leve até ele as melhores ofertas e condições de negociações. Vale utilizar ferramentas do Google, Facebook Ads, Instagram, anúncios pagos e conteúdos relevantes trabalhados em cima de SEO, como é conhecido o famoso Searching Engine Optimization;
  • Ofereça experiências multissensoriais, usando novas tecnologias como a realidade virtual ou realidade aumentada para o primeiro contato do cliente com os imóveis;
  • Invista em parceria com celebridades, influenciadores digitais (blogueiros e vloggers) e instituições de caridade ou campanhas públicas que têm tudo a ver com os valores da marca.

Parece que a propagando boca a boca acabou, certo? A verdade é que apostar no marketing imobiliário permite assistir que a fidelidade dos clientes solidifique-se organicamente. Logo, logo, o público estará recomendando a sua marca para familiares e amigos.

Equipe Diwe

Equipe Diwe

Deixe um comentário

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Converse
com o
Deep team

O que você tem pra nos dizer? Nos unimos pelas pessoas que somos e pelo mindset que temos. E queremos compartilhar isso com você.