[INSIGHTS] Podcast: a grande aposta de conteúdo para 2020

Consagrado como o maior evento de marketing digital da América Latina, a edição de 2019 do RD Summit reuniu em Florianópolis mais de 12 mil participantes que se dividiram entre 175 palestras. 

Em meio a vários conteúdos, os visitantes participaram também do painel promovido pelo Lab Persona Estadão e responderam:

Qual formato de conteúdo você mais gosta? 

A 1ª e a 2ª posição ficaram com os posts em Instagram e formatos em vídeos. E o ocupante do 3º lugar é um formato relativamente novo mas que vem caindo no gosto dos brasileiros. 

Formato de conteúdo

2019 foi o ano do podcast e ele deve continuar conquistando ouvintes em 2020. Segundo dados do IBOPE Inteligência, 31 milhões de brasileiros adotaram o formato de conteúdo nesse ano. Mas por que esse irmão caçula dos vídeos vem se tornando o queridinho entre os consumidores de conteúdo?

Leia também: Transformação: como sair da Tecnologia da Informação para Tecnologia do Negócio

É o que vamos te ajudar a entender, veja mais a seguir! 

O que é um podcast?

O podcast é um formato prático dentro da estratégia de marketing de conteúdo porque pode ser ouvido em qualquer hora ou lugar. Assim como um programa de rádio ou uma música você pode ouvi-lo enquanto trabalha ou está voltando para casa, por exemplo. A diferença entre ele e um programa de rádio é que no caso do podcast você não tem uma hora marcada para consumir o conteúdo, pois ele fica sempre online. Em geral esse áudio está disponível em sites, plataformas de música ou apps específicos para podcasts.

Gráfico formato de conteúdo

Origem

Mas, de onde vem o podcast? O termo apareceu pela 1ª vez em 2004 em um artigo do britânico The Guardian e é uma junção das palavras iPod e broadcast (transmissão via rádio). No final daquele ano algumas redes de comunicação como a BBC começaram a oferecer podcasts em suas ofertas de rádio. A Apple também foi crucial para a disseminação do formato já que na versão 4.9 do iTunes ampliou o suporte aos podcasts. 

A partir daí, os podcasts começaram a se popularizar até se transformarem num dos mais conhecidos formatos de transmissão de conteúdo atualmente. 

Um novo espaço para comunicar

O podcast começou a cair no gosto dos ouvintes pela sua praticidade. Todos os dias recebemos uma enxurrada de conteúdos em nossos e-mails, nos impactando nas redes sociais ou sites. Nem sempre sobra tempo para fazer uma curadoria de tudo o que recebemos e atire a primeira pedra quem não tem no computador uma pasta repleta de PDFs que jamais conseguiu ler. 

A diversidade de temas também é uma característica marcante dos podcasts. A maioria deles é nichada, disseminando conteúdos sobre diversos segmentos e oferecendo ao ouvinte uma fala mais profunda sobre os temas em que ele tem interesse. 

Por ser fácil de consumir e permitir que você faça outra atividade enquanto se atualiza, o podcast é uma boa opção no oceano azul que virou a internet. Nesse formato, a informação passa a ocupar um espaço antes pouco considerado e vai na mesma onda das diversas mudanças recentes no comportamento dos consumidores. Não passamos por mudanças só no modo de comprar produtos ou serviços, o consumo de conteúdo também vem se transformando e as marcas precisam estar prontas para essa revolução que acontece diariamente. 

Quem escuta podcast no Brasil?

Quem escuta podcast no Brasil

Quando surgiram, os podcasts não emplacaram no Brasil. Por aqui, precisamos de alguns anos a mais para entender e também começar a apreciar o formato em áudio que ainda não é unanimidade, mas que vem conquistando seu espaço entre os brasileiros. 

De acordo com pesquisa do Kantar Ibope Media, de maio de 2019, dos brasileiros que escutam podcasts a maioria se concentra na faixa etária de 16 a 24 anos (47%) e de 25 a 34 anos (42%) e está nas classes A ou B (45%).  45% dos participantes que res e são homens (45%). 45% dos entrevistados homens disseram já ter ouvido algum podcast, enquanto para as mulheres esse número caiu para 36%. 

Outros dados interessantes são em relação à distribuição geográfica no consumo de podcasts:

  • A região que mais ouve é o Norte, com 44%
  • Dos entrevistados do Sul, 33% já ouviram, 34% ainda não e 28% não sabem o que é um podcast
  • Depois do Norte, o Sudeste é a região que mais consome podcasts, com 42%

Dados da Associação Brasileira de Podcasters (Abpod), de 2018, apontam que a maioria dos ouvintes (62%) têm ensino superior completo ou incompleto e mais da metade (51%) já ouve podcasts há mais de 4 anos. 

Em média, 40% dos entrevistados conhecem o formato e já ouviram pelo menos um podcast, o que demonstra que há um grande mercado a ser explorado no Brasil. 

Amadorismo x profissionalismo na produção 

Apesar do crescimento do podcast no Brasil, as produções caseiras ainda dominam esse tipo de formato. Pesquisa da Abpod revela que 73,5% dos produtores gravam em casa, sem nenhum tipo de acabamento e apenas 1,5% gravam podcasts em estúdios. Apesar disso, há uma tendência dos consumidores se interessarem mais por produções menos amadoras, já que itens como qualidade do áudio (75,4%) e locução (23,9%) começam a aparecer como essenciais para quem procura por um podcast. 

Cuidados ao produzir um podcast

É justamente pela maioria dos produtores ainda fazerem podcasts caseiros que sua empresa pode aproveitar o potencial de uma produção mais profissional. A principal dica é cuidar com itens essenciais para qualquer podcast, como conteúdo, qualidade da gravação, edição e distribuição. Separamos alguns passos importantes para o planejamento e produção desse tipo de conteúdo: 

  1. A definição do tema: pense nos públicos e personas da sua marca e nos desafios que eles têm. Assim, você terá ideias de temas que tenham adesão aos seus consumidores.
  2. Quem vai participar do podcast: o podcast fica mais rico quando você traz entrevistados e visões diferentes sobre algum assunto. Depois de definir o tema levante possíveis parceiros para enriquecer seu material.
  3. Elaboração do roteiro: para você não ser pego por nenhum branco na hora de gravar, prepare um roteiro. Lembre-se de que a ideia não é ficar lendo o script o tempo todo, ele serve apenas como um guia para você não se perder na gravação do podcast. Treinar o roteiro (e também a sua voz) antes de gravar é uma boa alternativa também para evitar qualquer imprevisto.
  4. Microfone e local de gravação: o trabalho vai por água abaixo caso as pessoas não consigam entender o conteúdo que está sendo transmitido no podcast. Por isso, selecione um bom microfone e escolha um lugar silencioso para a gravação, de preferência um estúdio.
  5. Edição: a edição é o momento em que o seu podcast vai tomando forma. Corte sons indesejados, erros, pausas longas etc. É possível também incluir algumas trilhas ou vinhetas para tornar o conteúdo mais dinâmico.
  6. Publicação e distribuição: quando as etapas anteriores forem concluídas, você precisa disponibilizar o podcast em alguma plataforma (há várias gratuitas) e também cuidar da distribuição do seu conteúdo (redes sociais, mídia paga, sites, blogs etc.) para gerar engajamento com seus públicos. 

Independente do tema que você escolher, a grande estrela da festa continua sendo o conteúdo (para 94,2% dos entrevistados pela Abpod), é ele que vai determinar o sucesso do seu podcast. Por isso, invista muito no planejamento e na definição de tema, essa etapa é o que vai fisgar o seu ouvinte e pode ser a porta de entrada para que sua persona consuma outros conteúdos. E aí, tem algum palpite de outro conteúdo que vai ser sucesso em 2020? Conte pra gente!

Aproveite e escute o nosso podcast do ProTalks, projeto em que conversamos com grandes nomes do mercado sobre como transformar marcas e sociedade por meio de discussões mais profundas 🙂 

  • Quem escreveu: Camila ProchnowJornalista de formação e coração, e head of Content na DIWE. Fã das palavras e de música e do que elas podem fazer juntas 🙂
Equipe Diwe

Equipe Diwe

Deixe um comentário

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Converse
com o
Deep team

O que você tem pra nos dizer? Nos unimos pelas pessoas que somos e pelo mindset que temos. E queremos compartilhar isso com você.