diversidade

O que a diversidade tem a ver com os resultados do seu negócio? 

Você já analisou o perfil das pessoas do seu time? Há diversidade na sua equipe? Quantas histórias, raças, crenças, orientações sexuais, idades, gêneros, regiões e culturas estão representadas na sua empresa? Se a composição do seu time é muito homogênea, talvez seja hora de começar a pensar diferente.

Afinal, cada um traz em sua bagagem experiências e conhecimentos únicos que podem ser aplicados dentro da organização. Neste contexto, se as pessoas têm perfis muito semelhantes sua empresa deixa de ganhar em pluralidade e até em lucratividade.

Além disso, quando as diferenças são respeitadas e valorizadas no ambiente de trabalho, é possível observar que o nível de engajamento dos colaboradores aumenta e a convivência se torna mais agradável. De acordo com estudo estudo da Harvard Business empresas que investem em diversidade diminuam os conflitos internos em até 50%.

Neste post, vamos mostrar a relevância da diversidade para a sua empresa bem como mostrar os impactos positivos que ela pode gerar na vida das pessoas e na sociedade. Acima de tudo, diversidade é sinônimo de inclusão.

Quer saber mais sobre tema? Então, avance na leitura conosco!

#1 Por que focar na diversidade?

Quando a empresa decide investir na diversidade como um dos seus pilares de atuação, ela está contribuindo para a construção de uma sociedade mais igualitária. Afinal, as organizações têm o papel social de promover a inclusão das minorias. Negros, índios, mulheres, LGBTs e pessoas com deficiência são apenas alguns dos que buscam um lugar onde tenham vez, voz e espaço para se desenvolver como profissionais.

Além disso, internamente, quando a empresa levanta a bandeira da diversidade, incentivando-a e fazendo da organização um espaço plural, ela contribui para o crescimento de todos.

Isso porque à medida que as pessoas têm suas diferentes habilidades aproveitadas da melhor forma, elas geram resultados mais positivos que maximizam a eficiência operacional da empresa.

Consequentemente, os resultados e os lucros também melhoram. Um estudo da Organização McKinsey & Company apontou os ganhos obtidos pelas empresas quando elas investem em diversidade. Veja os resultados:

  • A diversidade étnica e racial gera 35% mais chances da empresa obter rendimentos acima da média do seu setor;
  • A diversidade de gênero aumenta em 15% as chances da organização conquistar rendimentos acima da média;
  • Nos Estados Unidos, para cada 10% de aumento na diversidade racial ou étnica entre os executivos, os lucros aumentam 0,8%.

Acima de tudo, porque diversidade é inclusão: é o que torna uma empresa mais plural, mais dinâmica e mais viva.

#2 A diversidade já existe nas organizações?

Infelizmente, essa ainda é uma pergunta que nos leva a uma resposta negativa. Temos um longo caminho a percorrer, mas o fundamental é saber que as empresas já estão despertando para a importância da diversidade.

O panorama brasileiro da diversidade aponta para o tamanho do desafio. Um estudo realizado pelo Instituto Ethos com 500 empresas brasileiras revelou que:

  •  2% dos funcionários – apenas o mínimo exigido pela lei – das maiores empresas brasileiras são pessoas com deficiência;
  • Dentre os estagiários, 58,9% são mulheres. Dentre os executivos, apenas 13,6% são mulheres;
  • As mulheres recebem 70% da massa salarial obtida pelos homens;
  • No grupo de empresas estudadas não havia um executivo de origem indígena;
  • Do total de cargos executivos, 94,2% pertencem a brancos. Somente 4,7% dos negros ocupam cargos nesse nível.

Vale destacar ainda que outros aspectos como idade, escolaridade, religião, peso e aparência são fatores que dificultam o relacionamento com o time e até limitam o crescimento do profissional na empresa.

#3 Como colocar em prática a diversidade?

Cabe aos gestores das empresas o desafio de compreender a importância da diversidade nas organizações para o crescimento de todos: profissionais, time, empresa e sociedade. Essa é uma causa comum a todos nós.

Contudo, antes de investir em um processo seletivo mais inclusivo, é importante que você desenvolva a cultura da diversidade internamente. Construa um código de conduta de respeito ao próximo, colocando-o como condição sine qua non para a permanência na organização. Afinal, quando você abraça a diversidade não pode tolerar nem aceitar qualquer tipo de comportamento ou atitude discriminatória.

Vale investir em campanhas de conscientização, treinamentos específicos e até mesmo dinâmicas e palestras que tragam a importância da inclusão na empresa para oc entro do debate.

Depois de trabalhar internamente essa cultura, faça um mapeamento e entenda qual o nível de diversidade da sua empresa. A partir daí, conduza os processos seletivos buscando assegurar a inclusão de pessoas de diferentes origens, crenças, etnias, classes sociais, gêneros e orientações sexuais.

Com a diversidade a empresa, muito além de promover um ambiente organizacional mais inclusivo e conquistar resultados mais positivos, as empresas cumprem o seu papel social. Escolher a diversidade é contribuir para a construção de uma sociedade mais igualitária. Vamos juntos?

Equipe DIWE
Equipe DIWE
0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *