Como montar relatórios de marketing com dados que realmente importam?

O monitoramento de marketing é essencial na hora de avaliar as estratégias realizadas anteriormente e para decidir os novos procedimentos a serem realizados. O relatório, mais do que uma demonstração para a sua diretoria do que foi realizado, mostrando a efetividade do trabalho, também é uma ferramenta de marketing essencial para a sua equipe se auto avaliar constantemente.

Para que os gestores possam ter uma noção real do que foi feito e enxergar o departamento de marketing como estratégico e fundamental para sua empresa, é preciso que o relatório contenha informações realmente relevantes para eles, ou corre o risco de até mesmo eles sequer lerem o documento.

Veja como você, gerente de marketing, pode montar relatórios de marketing com dados que realmente importam e conquiste a atenção da diretoria para qual trabalha.

Defina uma periodicidade adequada para a produção do relatório

É importante que os relatórios a serem entregues para a diretoria da empresa sejam feitos dentro de uma determinada periodicidade, a fim de que se possa acompanhar adequadamente a evolução das estratégias realizadas.

Prazos curtos (como, por exemplo, uma semana) não terão mudanças significativas a serem apresentadas, de forma que poderá até mesmo camuflar a evolução do trabalho de marketing. Prazos muito longos (por exemplo, trimestral) poderão tornar as mudanças estratégicas mais lentas, o que não é saudável para o trabalho.

Um bom prazo para que se tenha informações realmente relevantes a serem apresentadas é entre 3 e 6 semanas.

Escolha as métricas adequadas

As métricas escolhidas são a alma do relatório de marketing. Você deve sempre ficar atento a quais irá escolher, pois nem sempre as que constarão no relatório serão relevantes para as estratégias e objetivos definidos ou então nem mesmo para atrair o interesse da sua diretoria.

Algumas das métricas mais importantes que você deve ficar atento e que são relevantes para seu clientes são:

  • CPL (Custo por Lead): ele representa o custo empregado para converter um usuário em lead e funciona através da seguinte fórmula: CPL = valor investido nas estratégias de marketing / quantidade de usuários convertidos em leads
  • ROI (Retorno sobre Investimento): o ROI é uma das métricas mais claras e, ao mesmo tempo, mais delicadas de se lidar na hora de mostrar os resultados para a diretoria. Sua fórmula é a seguinte: ROI = receitas geradas com as vendas – valor total investido na estratégia / valor total investido na estratégia.
  • CAC (Custo por Aquisição de Cliente): essa métrica mostra o custo para converter um usuário em cliente final e também é bem simples de ser calculada. A fórmula é a seguinte: CAC = valor investido na estratégia de marketing / quantidade de vendas geradas.
  • Resultado de mídia paga: você pode mensurar isso através do valor gasto com determinada mídia paga/ resultado obtido de acordo com o objetivo pretendido. Por exemplo, se o objetivo era aumento no número de cliques na home page vindas de anúncio do Facebook, a conta é: Resultado de mídia paga Facebook = valor investido/número de cliques na home page vindas do anúncio.

As demais métricas podem ser escolhidas de acordo com os objetivos traçados no plano de comunicação definido anteriormente. Lembre-se que o relatório precisa ser prático e ter informações importantes para quem irá lê-lo.

Coloque-se no lugar de um gestor e pense: o que seria de suma importância para mim em um relatório de marketing? Elabore o documento sob essa perspectiva.

Utilize ferramentas de mensuração

Para que os dados sejam precisos e atraentes, utilize ferramentas de mensuração para cada plataforma. O que não faltam são bons mecanismos no mercado focados para isso, tais como Scup, Iconosquare, LikeAyzer, Google Analytics, SocialBakers, entre diversas outras.

O ideal é que você escolha as ferramentas que mais se adequam ao estilo e aos objetivos das suas ações de marketing.

Escolha um template chamativo

Um bom template é 50% responsável por despertar a atenção do gestor para o relatório, fazendo com que ele dedique atenção de fato ao que está sendo apresentado.

Veja alguns templates desenvolvidos pela Hubspot, The Marketing Squad e Resultados Digitais e se inspire para montar o seu próprio.

Lembre-se sempre que elaborar esses documentos de forma estratégica é extremamente importante para manter o departamento de marketing como essencial e bem visto pela empresa em que trabalha. Por isso dedique-se a montar essa ferramenta de marketing da melhor forma possível.

Revise os seus processos

Dentro de uma cultura empresarial, os processos e procedimentos só têm a ajudar e facilitar ações que ficam travadas justamente pela falta deles, e o que, obviamente, reflete em mais e melhores resultados. Processos bem feitos registram e pontuam desde as mais simples até as mais complexas ações e permitem que você estabeleça um padrão de qualidade em tudo que entrega.

Existem no mercado hoje, diversas ferramentas que ajudam e facilitam a organização e a iniciação do registro dos processos.

Mas o mais importante é: Não case com os seus processos, eles não são eternos. Esteja sempre pronto para rever o que não está funcionando e aprimorar os procedimentos e estratégias existentes.

Quer saber mais sobre como se destacar diante dos seus gestores? Aprenda como apresentar um planejamento de marketing digital para seus diretores.

Equipe Diwe

Equipe Diwe

Deixe um comentário

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Converse
com o
Deep team

O que você tem pra nos dizer? Nos unimos pelas pessoas que somos e pelo mindset que temos. E queremos compartilhar isso com você.