Inbound marketing e jornada do cliente

Inbound marketing e jornada do cliente: tudo que você precisa saber para gerar mais leads

Uma das garantias de sucesso que podem ser obtidas através do Marketing está na maneira como a marca lida com os questionamentos e demandas dos clientes. Por essa razão, ter um conteúdo ou produto bem definidos pode trazer clientes ansiosos por respostas.

Para isso, é necessário criar estratégias para construir uma jornada do cliente que traga resultados favoráveis, através do Inbound Marketing. Mas, você sabe o que esses termos significam? A seguir você conhecerá mais sobre esses conceitos e como eles podem te ajudar a gerar mais leads para o seu negócio!

O que é Inbound Marketing?

O Inbound Marketing, também conhecido como Marketing de Atração, é uma nova vertente do marketing tradicional, que visa atrair pessoas através de conteúdos pertinentes, que tenham como objetivo a criação e conversão de leads.

Para isso, o Inbound Marketing utiliza de posts em blogs, sites, redes sociais, e, principalmente, buscadores como o Google, para chamar a atenção de pessoas que podem se interessar pelo produto ou serviço da marca. A partir daí, o visitante pode se transformar num lead.

Os leads são os possíveis clientes de sua empresa. Por isso, é extremamente importante criar estratégias bem articuladas que convertam os visitantes em leads e os leads em consumidores.

Em resumo, enquanto o marketing tradicional vai até o cliente, o Inbound Marketing faz o movimento inverso, em que o possível cliente, atraído por um conteúdo relevante e informativo, demonstra interesse nos serviços ou produtos oferecidos pela empresa.

Leia também: Como construir uma presença digital eficiente para a sua marca

O que é a jornada do cliente?

O que é a jornada do cliente?

Com a introdução da tecnologia nas mais diversas áreas de nossas vidas, houve uma mudança no comportamento humano que permitiu a aderência da Internet para sanar dúvidas, realizar compras, criar novos relacionamentos, etc. Por essa razão, o Marketing precisou passar por adaptações para que a marca pudesse estar mais próxima de clientes e futuros clientes.

Assim, nasceu a jornada do cliente. Podemos compreendê-la como o caminho que determinada pessoa faz desde o momento em que uma necessidade é criada até o momento em que o produto que irá solucionar essa necessidade é comprado e consumido.

Um dos passos principais dentro da jornada do cliente é o inicial, que geralmente começa com uma pesquisa. Atualmente, isso é possível através dos buscadores na Internet, mais especificamente o Google, que atualmente é a plataforma de busca mais utilizada entre os usuários da rede.

Sendo assim, para que você se torne um negócio relevante, é importante criar conteúdos e respostas que atendam às necessidades dessas pessoas. Dessa forma, converter e fidelizar esses clientes e possíveis clientes se torna algo muito mais fácil.

Leia também: Jornada de compra: por que é importante colocar ela no centro da sua estratégia

Como esses conceitos podem ajudar a sua empresa?

Para conhecer e prestar informações relevantes para seu público, é necessário ter uma persona. A persona é uma personalidade fictícia que seria seu cliente ideal. A partir dela, você pode criar conteúdo direcionado, pois ela representará um nicho de possíveis clientes.

Também é necessário produzir materiais ricos, como textos otimizados em SEO e SEM para blogs, posts para redes sociais, infográficos etc, que são uma ótima forma de atrair clientes.

Além destas, uma das maneiras possíveis de compreender como a jornada do cliente funciona é através do funil de vendas. Ele é dividido em 3 partes, sendo elas:

1. Topo

Esta é a primeira camada do funil, nela as pessoas realizam o aprendizado e descoberta, ou seja, é nela que o indivíduo busca (e consegue) informações pertinentes para seu questionamento.

Aqui, a empresa não deve mencionar os serviços ou produtos que oferece, deve apenas responder às perguntas que este possível lead tem, através de publicações em blogs, redes sociais, vídeos, infográficos, etc.

2. Meio

Após conhecer as informações, que devem ser completas e atrativas, a pessoa entendeu que realmente possui um problema e precisa de soluções. Portanto, essa é uma fase muito importante, em que é necessário que ela receba conteúdos mais ricos e técnicos, geralmente, em troca de dados como e-mail ou telefone.

A partir desse momento, nós temos um lead interessado e engajado, que precisa compreender que seus serviços e produtos são a melhor opção para seus problemas. 

3. Fundo

Na última etapa, é importante garantir que esse lead engajado finalize a etapa com a sua empresa, não com outra. Mas como fazer isso? Para isso, é importante apresentar conteúdo que mostre um bom posicionamento de mercado, demonstrações do produto, estudos de caso etc. 

É importante deixar o lead seguro com a escolha de se tornar seu cliente, mostrando dados sólidos e altamente persuasivos.

Esperamos que, a partir de agora, você utilize o Inbound Marketing para impulsionar cada vez mais seu negócio! Precisa de ajuda? Fale com um diwer e saiba como podemos te ajudar. 

Equipe DIWE
Equipe DIWE
0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *