Conteúdos Digitais em 2020

[INSIGHTS] Afinal, o que esperar dos conteúdos digitais em 2020?

De forma cada vez mais rápida, a tecnologia tem transformado nossas vidas profundamente. O efeito combinatório de inovações tecnológicas unido ao bombardeio de informações, mudou completamente a forma com que compramos, consumimos e nos relacionamos com as marcas.

E quando pensamos nos desafios que as corporações têm enfrentado para destacar suas soluções em meio ao mar de informações em que estão inseridas, o papel do produtor de conteúdos digitais tem ganhado cada vez mais relevância neste cenário. 

Muito além de simplesmente escrever bem, é importante que este profissional esteja ciente das transformações, tendências e principalmente da forma com que sua audiência consome conteúdo, independente de qual seja o formato ou a plataforma. 

Pensando nisso, reunimos neste artigo os principais pontos de atenção, características e algumas das tendências que nos aguardam em 2020 em relação à produção de conteúdo digitais! 

 

Não basta apenas escrever, é necessário ser multimídia! 

Uma das vantagens que a internet nos oferece hoje é a variedade de formatos e modelos de consumo de conteúdo digital, sejam eles vídeos, textos, podcasts, infográficos e por aí vai. 

Para o consumidor isso é maravilhoso, uma vez que em meio a tantos formatos multimídia, é possível escolher o modelo de consumo mais agradável. Por outro lado, é perceptível nas corporações e grandes empresas certa dificuldade em difundir suas produções em outros modelos para atender às novas demandas de formato de conteúdo de acordo com a preferência dos consumidores. 

Entender o comportamento do consumidor e ser curioso para entregar de forma objetiva conteúdos relevantes são algumas das premissas de um bom produtor de conteúdo digital. Este por sua vez deve ser curioso e estar antenado em aprender sobre novos formatos, encurtando cada vez mais a relação entre empresa e consumidor 

Não existem ainda cursos de graduação específicos em marketing de conteúdo. Por isso é necessário que o profissional tenha cursos especializados na área, onde ele adquire os conhecimentos necessários, unidos é claro, com suas experiências no dia a dia.  

 

As principais tendências de conteúdo para o próximo ano

Algumas das principais tendências apresentadas, já podem ter aparecido em textos sobre previsões lançados anteriormente. Isso não necessariamente significa que os profissionais estavam equivocados, mas que talvez estes modelos estratégicos estavam em consolidação ou, até mesmo, chegando com ainda mais força no próximo ano.  

Humanização do e-mail

Ann Handley, a rainha do Marketing de Conteúdo é COO da Marketing Profs, uma das maiores comunidades de profissionais de marketing do mundo.

Segundo ela, os caminhos para humanização de um conteúdo ou qualquer que seja o tipo de comunicação, é a objetividade e se colocar sempre no lugar de quem irá recebê-lo. Quanto mais pessoal a conversa, mais universal e humana ela será.

O segredo está na humanização, mesmo que o conteúdo seja destinado a uma base grande e pouco segmentada, as mensagens são recebidas individualmente. 

Handley é uma entusiasta de histórias e vê o e-mail como uma das melhores formas de entregá-las ao público. Para ela, saber contar boas histórias é tão importante quanto ter dados.

“A sua história não é sobre a sua solução, sobre o seu produto, é a respeito da pessoa que você está tentando alcançar. Traga ela para o centro e conte essa história humana”, sugere.

A importância do SEO na estratégia digital

Outra tendência que deve ganhar ainda mais força em 2020 é a valorização do trabalho de otimização de sites para ferramentas de busca, o popular SEO, responsável por posicionar e expor de forma orgânica uma marca nas páginas de resultados de grandes buscadores como o Google e o Bing, por exemplo. 

Devido ao crescimento dos custos de mídia, a exposição orgânica ganha cada vez mais relevância e destaque entre as principais estratégias digitais, pois além da redução de custos e otimização de investimentos, o tráfego levado à página é extremamente qualificado. 

Os processos e atualizações de técnicas de SEO, vem se aprimorando cada vez mais. Na medida em que atualizações nos algoritmos do Google são realizadas. Muito além de simplesmente repetir as palavras chave ao longo do conteúdo, é necessário que o produtor por sua vez, saiba levar em consideração a semântica na construção de um texto, as variações das palavras-chave principais e sobretudo, escreva de forma humana. 

Outro ponto que ganha destaque neste cenário é a utilização cada vez maior de ferramentas de SEO, como a SemRush, considerado um dos melhores softwares pagos de SEO, útil para fazer pesquisas de palavras-chave e para conduzir análises sobre revisões estratégicas em um site ou estratégia digital.

Busca por voz 

Outra tendência mapeada por especialistas e que deve ganhar ainda mais força no próximo ano, é o aumento pelas pesquisas feitas por voz, seja no próprio Google, ou até mesmo em aplicativos como o Google Assistente ou Siri, por exemplo. 

Segundo a ComScore, ano que vem, aproximadamente 50% de todas as pesquisas serão feitas por voz, o que impacta diretamente como as marcas deverão trabalhar seus processos de otimização para ferramentas de busca.  

No Brasil, por exemplo, a tendência é que isso aumente ainda mais, uma vez que os dois principais assistentes digitais disponíveis atualmente no mercado, o Google Home e Alexa são configurados para aceitar o português em suas pesquisas, antes restritas somente ao inglês. 

As buscas por voz têm uma estrutura semântica bem diferente das pesquisas digitadas em desktops e smartphones. Por isso, é necessário saber como adaptar a sua estratégia de SEO para este tipo de busca, assim você não perde este tráfego. 

Podcasts

Se já falamos anteriormente sobre pesquisas de voz, nada mais justo que falar sobre podcasts. Segundo Gary Vaynerchuk, o momento de começar um podcast é agora! Porém, segundo ele, os resultados dessa ação não virão da noite para o dia e é preciso paciência. 

Gary é conhecido por lançar e prever tendências, e você deve estar se perguntando: mas podcast não é algo que já está sendo utilizado há tempos? Sim, mas as previsões e dados mostram uma adesão cada vez maior ao formato, graças à plataformas de streaming como Deezer e Spotify. 

Segundo ele, a utilização de áudio, além de mais direta, gera maior impacto e alcance orgânico no público. 

Além disso, é um facilitador de recepção do conteúdo por parte do usuário, uma vez que este está passivo, apenas recebendo as informações enquanto pode fazer outras atividades. Um podcast pode oferecer valor e conteúdo, demonstrando sua autoridade sobre o seu mercado sem pedir nada em troca ao usuário. 

Aproveite também e conheça o nosso podcast do ProTalks, uma iniciativa da DIWE que tem o objetivo de reunir grandes profissionais do mercado para falar sobre como transformar marcas e sociedade!

 

Mantenha-se atualizado

Manter-se atualizado é fundamental, não só quando pensamos em produção de conteúdo, mas quando analisamos as estratégias digitais como um todo. 

O profissional de conteúdo deve, sobretudo, entender o contexto em que está inserido e a importância do seu trabalho no meio de toda estratégia, assim a construção e produção dos materiais é muito mais assertiva e focada aos interesses do consumidor. 

Estar antenado não só em sua área também é fundamental, o entendimento sobre outras estratégias, insights e ideias que não necessariamente fazem parte de sua área com toda certeza servirão no dia a dia. 

Este conteúdo faz parte da Série Profound Insights 2020, onde reuniremos nos próximos dias as principais ideias, estratégias, ações e insights para te ajudar a ter uma atuação mais estratégica ano que vem!  

  • Quem escreveu: Felipe Sanches – Mas você pode me chamar de Fê, Xulipa, ou dá um grito mesmo que eu atendo! Sou redator aqui na DIWE, formado em Comunicação Social e trabalho aqui desde que tudo ainda era mato! E por falar em mato, uma das minhas maiores paixões é fugir da loucura da cidade, conhecer novos lugares, acampar e descobrir novas paisagens.
Equipe DIWE
Equipe DIWE
0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *