Consumidor mobile

Consumidor mobile: veja como otimizar suas vendas!

Nos tempos atuais é comum nos depararmos com pessoas utilizando dispositivos móveis. Por meio de tablets, celulares e smartphones, elas conseguem se manter conectadas para ter acesso a redes sociais, informações e também diferentes tipos de ofertas.

A expectativa é de que o volume de consumidores mobile cresça, e que cada vez mais usuários recorram à tecnologia para adquirir produtos e serviços. E embora acompanhar essa tendência seja uma necessidade, muitas empresas ainda sofrem em ter que adaptar os negócios para lidar com esse novo consumidor.

Você sabe dizer se a sua empresa está na palma da mão do seu cliente? Veja, neste post, por que as marcas ainda têm dificuldades para lidar com clientes móveis e por que é importante que elas mudem seu mindset para ficarem preparadas para atender a demanda.

A importância de tornar os negócios mobile

Os consumidores estão deixando de realizar suas comprar apenas em estabelecimentos físicos. A facilidade de acesso à tecnologia e o volume de ofertas sendo disponibilizadas na web têm aberto as portas para novas oportunidades de compra e de fidelização.

Isso tem exigido das empresas estratégias mais inovadoras para aumentar as vendas e valorizar os negócios. Mas, nem sempre é fácil. Com a quantidade de informações ao alcance de todos, os usuários deixaram de ser apenas consumidores comuns para se tornarem indivíduos exigentes.

Só adquirir produtos e serviços não é o bastante. Agora eles estão valorizando também a forma com que a comunicação está sendo desenvolvida entre o comerciante e o cliente final. Estão buscando diferenciais no atendimento e soluções mais práticas para resolver os problemas rápido.

E é aí que entra a questão mais importante: as empresas estão sofrendo em atender esse público com a mesma qualidade. Afinal, como podem saber o que o consumidor procura se eles mesmo não estão mais tão presentes para esclarecer quais são suas necessidades?

Se pensarmos na internet como um grande catálogo, veremos que nela constarão produtos de todos os tipos, com variedade de preços e ofertas. E qual marca você acha que vai se destacar entre as concorrentes?

Não só a falta de informação sobre os clientes têm se tornado um empecilho, há também o impasse de as empresas não saberem investir os recursos certos em publicidade e tecnologia. Fora a insegurança em transformar o mindset para a inovação.

Ou seja, muito da dificuldade em lidar com o comerciante móvel é porque muitas marcas parecem não estar preparadas ou dispostas a modernizar os negócios. E o risco de não fazerem isso acaba sendo imenso. Hoje, se a empresa não está na internet, ela está arriscando ser ultrapassada e deixando de ser competitiva.

E ninguém quer que isso aconteça, certo? Por isso a solução é agir, não perder mais tempo para inovar e começar a melhorar a forma de se comunicar com o cliente.

O poder da comunicação

Você já deve ter ouvido falar do termo SAC 2.0, não é? Ele é basicamente a forma com que uma empresa atende o cliente via meios digitais. Ou, melhor dizendo, redes sociais. Hoje os consumidores estão mais interessados em interagir e comercializar por meio de dispositivos móveis do que fechar uma compra em uma loja física — é mais rápido e simples.

O que isso significa? Que as marcas precisam achar formas “reais” de se relacionar, ainda que pela tecnologia. O Facebook, por exemplo, já apresenta alternativas de fazer isso e fechar negócios via chat. E esse meio de comunicação não está servindo apenas para concluir vendas ou otimizar a aproximação com o consumidor.

Também está contribuindo para que as marcas consigam monitorar sua performance no mercado por meio de feedbacks e pesquisas de satisfação. Em meio a todas as possibilidades que as empresas conseguem alcançar com o SAC 2.0, destaca-se a garantia delas:

  • Expandirem seus canais de comunicação;
  • Melhorarem o monitoramento da sua marca;
  • Terem mais dinamismo para entender o cliente e implementar soluções estratégicas;
  • Oferecerem ao consumidor uma voz ativa e mais participativa.

Como tornar a empresa um potencial mobile?

Se a sua marca está passando por dificuldades para se tornar mais interativa, que tal adotar algumas práticas para saber como tirar proveito dos usuários web? Você pode começar:

  • Definindo os objetivos da empresa

Se não tiver esclarecido o que a sua marca busca, é praticamente impossível definir estratégias mobile com as mesmas chances de sucesso. É importante saber quais são os interesses da equipe, quais clientes a sua empresa quer alcançar e o que é preciso fazer para conquistar esse propósito.

  • Selecionando o ambiente móvel ideal

Aplicativos, site e-commerce, um blog informativo… É necessário escolher a alternativa que mais condiz com objetivos da empresa, para só então investir os recursos na ferramenta certa.

  • Recorrendo às mídias sociais

As redes sociais são ótimas para interagir com esse novo público. Por meio delas, a empresa consegue estudar seus consumidores, descobrir o que eles realmente procuram e também saber como está sendo a experiência dos clientes após realizarem uma compra.

Percebe como melhorar o envolvimento com o consumidor móvel não é algo impossível? Só é preciso querer acompanhar essa etapa da evolução. Implementar a tecnologia para ajudar nos processos, melhorar a comunicação e com isso conquistar clientes por meios digitais.

É um processo lento e que envolve uma dedicação diária, mas o retorno é muito maior do que aceitar o tradicional e deixar sua empresa ser ultrapassada, não é? E caso não se sinta capaz de dar o primeiro passo sozinho, saiba que já é possível conversar com profissionais experientes a ajudar nessa transformação. Ainda não encontrou alguém para ajudá-lo? Então clique e comece a inovar agora!

Equipe DIWE
Equipe DIWE
0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *