Como fazer gestão estratégica em empresas de construção civil

Ter um roteiro de ações para atingir as metas definidas é indispensável para manter a competitividade no mercado da construção civil. A gestão estratégica é o método utilizado para alcançar este objetivo, pois é ela quem determina o desempenho de uma corporação à longo prazo.

Esta maneira de gerir analisa profundamente os ambientes internos e externos da corporação, formula uma estratégia, implementa, controla e avalia seus resultados. Contar com este tipo de metodologia é essencial para se destacar diante da competitividade e das transformações que o mercado da construção civil vem sofrendo.

Leia também: Planejamento estratégico anual: 4 dicas para criar o seu

Neste artigo, vamos te direcionar para que saiba como atuar com este tipo de gestão em seu negócio.

Como aplicar gestão estratégica na construção civil

A gestão estratégica permite definir quanto dinheiro será aplicado e qual será o retorno deste investimento. Por meio dela é possível entender a situação da concorrência no mercado, seu fluxo produtivo, seus cronogramas e o quão bem eles estão sendo cumpridos.

Para a integração efetiva de uma gestão estratégica na construção civil existem muitos desafios, pois este tipo de gerenciamento engloba tanto a gestão de projetos quanto a de processos. Mas ao traçar metas e objetivos bem alinhados com esses dois setores, a construtora terá menos gastos, melhor prazo e maior margem de lucro.

Leia também: Tecnologia na construção civil: como aumentar a produtividade e os resultados

Analise o cenário e entenda a situação da empresa 

Comece coletando informações relevantes sobre os anos anteriores, gasto médio de suprimentos (desde o concreto na obra, EPIs, até o lápis usado pelos colaboradores no escritório), quais de seus produtos foram bons ou mal negócios, gasto médio com funcionários, números de colaboradores em cada projeto, a eficiência deles, o atendimento de prazos, gastos com frete de recursos produtivos, volume de matéria prima comprada de cada fornecedor, velocidade do recebimento de produtos e serviços de fornecedores, valor de cada produto em cada um deles, entre outros. 

Quanto mais detalhado o levantamento das informações sobre os anos anteriores, melhor o reconhecimento do cenário e o entendimento do real significado da sua empresa para  o mercado em que atua, a qualidade de seus projetos, as falhas que poderiam ser evitadas com bom planejamento etc. Ou seja, com todos esses dados à sua disposição, torna-se possível ter uma macrovisão de sua empresa e dos negócios.

Alinhe o cenário com suas equipes de projetos e processos

Com praticamente tudo em mãos, é possível se reunir com seus gestores de projetos e processos para atribuir definitivamente quais métodos construtivos serão usados, que tipo de matéria prima, qual sua cadeia de suprimentos, prazo de projetos, melhorias na eficiência.

Como podemos melhorar? O que iremos modificar? O que continuará a acontecer da mesma maneira? Quais nosso melhores fornecedores? Quais as ferramentas operacionais vamos continuar usando, quais vamos eliminar e o que podemos comprar de novo para melhorar nossa produtividade? Essas perguntam irão permitir um consenso entre seus gestores e a definição do que realmente é vantajoso, o que precisa ser alterado e o que será eliminado. 

Após solucionar todas essas questões, é possível começar a pensar em novos objetivos e metas.

Vale lembrar que a comunicação, principalmente ouvir, coopera para a integração da gestão estratégica, pois une e mantém os colaboradores de todos os setores informados e buscando atingir metas e objetivos em comum que trarão benefícios à todos. 

Defina suas novas metas e objetivos e coloque no papel

Neste ponto você já possui o reconhecimento do que foi sua empresa no passado e já sabe diferir o que realmente foi bom ou ruim. Agora é o momento de definir quais as metas e ações que irão definir o futuro e enraizar os bons hábitos que servirão como ponte para alcançar seus objetivos.

As metas servem como guias para garantir que cada função estabelecida aos grupos, setores, e colaboradores específicos, sejam cumpridas de maneira eficiente, sustentável, racional, econômica e organizacional. A partir delas criamos estratégias que deixam claro quem vai fazer o que e como isso será feito. Além disso, elas são a ponte para alcançar os objetivos da empresa. 

Se o cenário atual não estiver indo bem, estratégias de sobrevivência (redução de custos, desinvestimentos e liquidação de débitos) serão adotadas.

Se estiver passando por uma realidade que não consegue atender a atual demanda, são definidos objetivos com estratégias de crescimento.

Caso o mercado em que atua não se encontre tão caloroso e promissor, mas a empresa possui fundos, clientes fixos e recursos tecnológicos, serão adotadas estratégias de manutenção, pois elas possibilitam manter sua posição no ambiente que atua e focam em um determinado segmento do mercado da construção civil.

Quando oportunidades externas aparecem em coincidência com as forças internas de sua corporação, é o momento ideal para alinhar seus objetivos de acordo com estratégias de desenvolvimento, onde o foco é em investimentos em novos métodos, tecnologias e qualificação profissional para capturar novas oportunidades e trabalhar com novos tipos de projetos e empreendimentos.

Leia também: Você é estratégico, tático ou operacional?

A gestão estratégica na construção civil e das pessoas que nela participam tem como objetivo gerenciar todos os recursos da empresa para tornar possível atingir as metas e alcançar os objetivos. É uma maneira de controlar a corporação e manter o foco em ações estratégicas que afetam toda sua cadeia desenvolvedora e produtiva, agindo diretamente na estrutura organizacional desses dois pilares.

E na sua empresa, quais os principais problemas que a gestão estratégica poderia resolver? Comente aqui! Continue navegando pelo blog com o artigo Storytelling: o que é e qual a importância no seu negócio.

Equipe Diwe

Equipe Diwe

Deixe um comentário

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Converse
com o
Deep team

O que você tem pra nos dizer? Nos unimos pelas pessoas que somos e pelo mindset que temos. E queremos compartilhar isso com você.